Ozzy Osbourne
Reprodução / Instagram

O lendário Ozzy Osbourne tem opiniões bem fortes sobre o estado atual dos EUA, em especial com relação à violência.

Em entrevista recente ao Observer (via Blabbermouth), o músico falou sobre sua decisão de voltar a morar na Inglaterra depois de tanto tempo em Los Angeles. Questionada sobre a possibilidade da mudança ter a ver com a saúde de Ozzy, a esposa do cantor, Sharon, disse:

Eu sabia que as pessoas pensariam isso. Não é. Só era hora. Os EUA mudaram tão drasticamente. Não são mais os Estados Unidos da América, de jeito nenhum. Não tem nada de ‘unidos’ nisso. É um lugar muito estranho para se viver agora.

Ozzy, então, complementou:

Tudo é ridículo pra caralho lá. Eu estou de saco cheio das pessoas sendo assassinadas todo dia. Deus sabe quantas pessoas levaram tiros em tiroteios nas escolas. E teve aquele tiroteio em massa naquele show em Las Vegas. É uma loucura do caralho. E eu não quero morrer nos EUA. Eu não quero ser enterrado em Forest Lawn. Eu sou inglês. Eu quero estar de volta. Mas dito isso, se minha esposa disser que temos que ir e morar em Timbuktu, eu vou. Mas, não, é só hora de voltar pra casa.

Não mentiu, né? Você pode ler a entrevista completa por aqui.

Novo disco de Ozzy Osbourne

Vale lembrar que o novo álbum de Osbourne, Patient Number 9, será lançado em 9 de Setembro.

O músico apontou em entrevista recente, inclusive, que sua faixa em parceria com Eric Clapton pode ser polêmica por conta de um trecho que cita Jesus Cristo. Saiba mais detalhes aqui.

LEIA TAMBÉM: Ozzy Osbourne confessa que parou de tomar LSD depois de ouvir cavalo lhe xingar

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!