Ozzy Osbourne

Astros do rock já compartilharam diversas razões para terem se afastado de certos tipos de drogas, mas Ozzy Osbourne revelou um caso bastante inusitado.

O lendário músico conversou recentemente com a Classic Rock, que revisitou o caótico período de sucesso do Black Sabbath e a produção do clássico álbum Vol. 4. Relembrando alguns momentos da banda, Ozzy declarou (via Louder Sound):

Moramos juntos em uma casa em Los Angeles, ensaiamos lá, usamos um monte de drogas e fizemos um disco: simples. Foram bons tempos.

Mais tarde, o icônico músico contou à revista a história do dia em que decidiu parar de usar ácido por causa de uma situação envolvendo um cavalo no início dos anos 70. O Príncipe das Trevas revelou:

Naquela época, nos EUA, as pessoas gostavam muito de misturar ácido em suas bebidas. Eu não me importava. Eu costumava engolir um punhado de cada vez. O fim veio quando voltamos para a Inglaterra.

Tomei 10 pastilhas de ácido e depois fui passear no campo. Acabei ficando lá conversando com esse cavalo por cerca de uma hora. No final, o cavalo se virou e mandou eu me foder. Este foi o fim para mim.

É… faz sentido ter repensado algumas decisões depois disso!

Ozzy Osbourne, Black Sabbath e LSD

Assim como Ozzy, outros membros do eterno Black Sabbath já comentaram sobre suas experiências com drogas psicodélicas.

Em 2017, o baterista Bill Ward apontou ao Metal Hammer que, apesar de ser “interessante falar sobre o fenômeno do LSD quando você está tocando na frente de 25 a 30 mil pessoas”, ele acredita que passou por “grandes riscos não apenas com minha performance, mas com toda a performance”.

Já o baixista Geezer Butler contou em 2020 ao Metal Hammer sobre como sua primeira “viagem” com LSD foi assustadora:

Pensei que fosse um esqueleto. Entrei na van e todos disseram, ‘O que há de errado com você?’. Eu disse ‘Você não vê? Eu sou um esqueleto!’. Estávamos dirigindo e havia um parque ao nosso lado com todas essas flores nele, e eu pensei que as flores estavam tentando entrar na van. Subi no palco e pensei que estava em um barco e a multidão era ondas. Foi horrível. Eu estava assistindo à minha mão tocando as músicas e pensei que não estava conectado ao meu corpo. Assustador.

Completando os relatos do icônico grupo, o guitarrista Tony Iommi disse em 2016 ao Classic Rock que o LSD era a pior droga que ele já havia tomado:

Eu odeio estar fora de controle. Com cocaína eu senti que estava no controle, eu sabia o que era, mas ácido… Eu estava nos Estados Unidos no início dos anos 70 e tive uma dor de cabeça terrível, e essa garota disse que tinha alguns comprimidos para isso. E ela me deu um pouco de ácido. Caramba, eu não sabia o que me bateu! Graças a Deus o resto da banda veio e sentou no meu quarto e me acalmou. Eu ia pular pela janela!

Em sua recente entrevista, Ozzy Osbourne também compartilhou alguns detalhes sobre seu novo álbum Patient Number 9, que será lançado em 9 de Setembro.

O músico apontou, inclusive, que sua faixa em parceria com Eric Clapton pode ser polêmica por conta de um trecho que cita Jesus Cristo. Saiba mais detalhes aqui.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar