anet Jackson revela que Michael Jackson a provocava por conta de seu peso
Reprodução / YouTube

Na semana passada, o principal engenheiro de software da Microsoft, Raymond Chen, revelou em seu blog que Janet Jackson fazia alguns modelos de computadores travarem. Como isso seria possível? A gente explica.

Conforme você confere no post de Chen, a música “Rhythm Nation”, que integra o disco Rhythm Nation 1814, de 1989, possui a mesma frequência que os discos rígidos de alguns laptops mais antigos.

Por conta disso, uma ressonância podia fazer com que os aparelhos desligassem, como ele explicou:

Uma grande empresa de computadores descobriu que tocar o clipe de ‘Rhythm Nation’, da Janet Jackson, fazia alguns modelos de laptops travarem. Eu não queria estar no laboratório que eles devem ter montado para investigar esse problema.

Além de esclarecer que sua falta de vontade de participar disso não se tratava de um “julgamento artístico”, insinuando que a música deve ter tido que ser reproduzida incontáveis vezes (além da dificuldade de identificar um problema tão específico), Chen continuou relatando as descobertas do time, que chegou a perceber o mesmo fenômeno em produtos de outras marcas:

Eles descobriram algo extremamente estranho: tocar o clipe em um laptop fazia com que um laptop que estivesse próximo travasse, mesmo que aquele outro laptop não estivesse tocando o vídeo! O que está rolando? Acontece que a música continha uma das frequências de ressonância natural do modelo de disco rígido de 5400 rpm que [essa empresa] e outras usavam.

Felizmente, de acordo com Chen, uma solução na forma de um filtro de áudio foi encontrada e inserida para evitar maiores dores de cabeça. Ele também ressalta que, hoje em dia, esses discos rígidos não são mais utilizados — mas não mostra certeza de que o tal filtro de áudio tenha sido retirado, o que significa que ele pode estar em seu computador, cumprindo absolutamente nenhuma função.

Janet Jackson e “Rhythm Nation”

Ao ser lançada no final da década de 1980, “Rhythm Nation” estreou na segunda posição da Billboard Top 200. O single que está no quarto disco de estúdio de Janet rendeu à cantora um Grammy na categoria Best Long Form Video Music.

Relembre (por sua conta e risco!) pelo vídeo abaixo.

LEIA TAMBÉM: “Porca”: Janet Jackson diz que seu irmão, Michael, fazia bullying com seu peso

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar