Alec Baldwin
Foto via Wikimedia Commons

Como te contamos aqui, Alec Baldwin afirmou em Dezembro do ano passado que não teria puxado o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de gravação do filme Rust.

No entanto, o relatório forense do FBI (via Consequence) entregue ao escritório do xerife do condado de Santa Fé aponta o contrário. A análise que faz parte da investigação em andamento descobriu que o disparo com o revólver “não poderia ser feito sem puxar o gatilho”, ou seja, recusando a versão de Baldwin de que a arma teria disparado sozinha.

Além do documento indicar que a pistola estava totalmente engatilhada, examinadores do FBI observaram um mau funcionamento interno da arma, com “porções do gatilho e da parada do cilindro fraturadas enquanto o martelo foi atingido”.

O relatório também destacou as limitações dos testes forenses, dizendo que “pode ​​não ser possível recriar ou duplicar todas as circunstâncias que levaram ao disparo de uma arma de fogo sem puxar o gatilho”.

Até o momento do fechamento desta matéria, Alec não se pronunciou sobre a conclusão do FBI.

Morte no set de filme com Alec Baldwin

Em Outubro de 2021, Baldwin disparou acidentalmente uma arma cenográfica que matou Halyna Hutchins, de 42 anos, e deixou ferido o diretor Joel Souza, de 28, no set de filmagem de Rust, ambientado no Novo México.

Logo após o acidente, Halyna chegou a ser levada de helicóptero para o Hospital da Unidade do Novo México, onde foi declarada morta. Já Joel foi conduzido ao Centro Médico Regional CHRISTUS, onde recebeu tratamento para os ferimentos.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar