Art Alexakis (Everclear)
Foto: Wikimedia Commons
 

Notícia triste para os fãs do Everclear, já que seu vocalista Art Alexakis revelou estar sofrendo de esclerose múltipla.

Em um longo comunicado divulgado no site da banda, Alexakis abriu o coração sobre seu diagnóstico e ainda abordou rumores de que teria recaído nas drogas. O músico está sóbrio há alguns anos.

Art contou detalhes sobre a descoberta da doença, que se deu após um acidente sério de carro. Ainda segundo o artista, ele sofreu com a esclerose múltipla por “10 a 20 anos” antes de diagnosticá-la.

Leia trechos da carta:

Eu quero te dizer algo sobre mim que você talvez não saiba…

Há três anos, sofri um acidente de carro e, embora tenha dado perda total no meu carro, sinto-me grato por ninguém envolvido ter ficado gravemente ferido. Cerca de duas semanas depois, comecei a sentir um formigamento e dormência no meu braço, e pensando que era um nervo machucado no meu pescoço, fui ao médico e submetido a uma ressonância magnética. O relatório mostrou que eu realmente tinha um nervo machucado, mas o patologista também viu lacerações e marcas suspeitas na minha medula espinhal… assustador, para dizer o mínimo. Fui ver um neurologista, que fez um número ridículo de exames — mais exames de ressonância magnética, uma punção lombar, mais de cinquenta exames de sangue e vários testes cognitivos e de equilíbrio. Depois de receber os resultados, ele me disse que eu tenho uma forma de Esclerose Múltipla (EMRR), e que eu a tenho há cerca de 10 ou 20 anos. Eu saí, sentei no meu carro, liguei para minha esposa e chorei por cerca de meia hora. Tenho certeza de que as pessoas no estacionamento pensaram que eu estava surtando, e eu acho que meio que estava. […]

Quanto mais eu descobri sobre [a doença], mais coisas começaram a fazer sentido. Isso explica por que tenho tido problemas de equilíbrio e ao caminhar nos últimos dez anos, ajuda a explicar por que eu tenho uma sensibilidade maior ao calor e ao frio, e por que não tenho a energia, o vigor e a memória afiada que eu tinha dez anos atrás. Eu pensei que era só eu ficando mais velho. […]

Tudo isso dito, eu posso sentir a doença crescendo lentamente em mim. Agora tenho que me dar injeções três vezes por semana. Meu neurologista diz que enquanto eu ficar com a medicação, eu devo viver até meus 80 anos sem progressão [da doença]. Veremos.

Uma das razões pelas quais eu queria ser mais público sobre a minha doença é que tenho ouvido muitas pessoas dizerem que estou bebendo de novo ou de volta às drogas, porque me viram instável no palco ou por aí (as pessoas dizem todos os tipos de coisas desagradáveis ​​quando eles não acham que você pode ouvi-los). Para ser honesto, eu nunca me importei com o que as pessoas dizem sobre mim pessoalmente — exceto, isto é, para as pessoas com quem eu me importo (ou seja… VOCÊ) e o que elas pensam. Eu queria que você soubesse a verdade, simples assim.

Art Alexakis ainda revelou que está trabalhando em seu primeiro disco solo, Sun Songs, e que vai sair em uma turnê chamada Songs and Stories ao lado de outros três artistas.

Vida longa, Art!