William Waack
Foto: Wikimedia Commons
 

Há alguns dias o jornalista e apresentador William Waack foi duramente criticado por conta de um vídeo que circulou na Internet.

Nele, durante os bastidores da cobertura da Rede Globo sobre a campanha presidencial dos Estados Unidos, o cara aparece aguardando o sinal para ir ao ar quando um carro passa buzinando pela rua e ele diz que isso “é coisa de preto”.

Waack foi prontamente afastado das suas atividades e hoje a Globo emitiu um comunicado dizendo que, em comum acordo, os dois lados decidiram rescindir o seu contrato:

Em relação ao vídeo que circulou na internet a partir do dia 8 de novembro de 2017, William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças. Pede desculpas a quem se sentiu ofendido, pois todos merecem o seu respeito.

A TV Globo e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham.

A TV Globo reafirma seu repúdio ao racismo em todas as suas formas e manifestações. E reitera a excelência profissional de Waack e a imensa contribuição dele ao jornalismo da TV Globo e ao brasileiro. E a ele agradece os anos de colaboração.

   
 
Compartilhar