Grandes discos internacionais de 2017
 

É sempre muito empolgante chegar ao final do ano e fazer listas do que foi lançado de melhor no período.

É sempre, também, muito frustrante passar os dias em cima das listas e perceber que grandes nomes que lançaram bons trabalhos terão que ficar de fora, já que arredondamos a nossa lista em 50 álbuns mas eles poderiam facilmente ser 60, 70, 80.

Separamos aqui 12 dos álbuns que consideramos até o último momento mas acabaram não entrando na nossa lista com os 50 melhores discos internacionais de 2017.

Os motivos são os mais variados, e o processo de composição da lista oficial não é simples para podermos dizer as razões específicas pelas quais álbuns ficaram de fora, então os citamos aqui sem uma ordem específica e com um vídeo para que você conheça o trabalho e use essa lista como um guia auxiliar para descobrir ainda mais música boa nesse final de ano.

Além disso, optamos por não fugir muito desse número para que essa lista não se tornasse uma segunda longa lista com os melhores de 2017.

Divirta-se!

 

The War On Drugs – A Deeper Understanding

The War On Drugs - A Deeper Understanding

 

Oso Oso – The Yunahon Mixtape

Oso Oso - The Yunahon Mixtape

 

Fever Ray – Plunge

Fever Ray - Plunge

 

Arca – Arca

Arca - Arca

 

Sampha – Process

Sampha - Process

 

Perfume Genius – No Shape

Perfume Genius - No Shape

 

Robert Plant – Carry Fire

Robert Plant - Carry Fire

 

Kelela – Take Me Apart

Kelela - Take Me Apart

 

Ty Segall – Ty Segall

Ty Segall

 

Rancid – Trouble Maker

Rancid - Trouble Maker

 

Elder – Reflections Of A Floating World

Elder - Reflections Of A Floating World

 

Alvvays – Antisocialites

Alvvays - Antisocialites