The Who
 

“Amigos para sempre” é uma ideia bem difícil de ser aplicada na vida real, como bem sabemos. Mas talvez o termo possa traduzir a relação de Pete Townshend Roger Daltrey, os dois membros originais do The Who que seguem vivos.

Juntos pela banda desde 1964, a dupla já convive há mais de 50 anos. E, segundo Townshend, é isso que mantém o The Who ativo até hoje (via NME):

Eu ainda toco parcialmente por causa da minha atual, crescente e cada vez mais afetuosa relação com Roger. Quando você olha para onde nós começamos, eu não diria que desprezávamos um ao outro, mas tínhamos muito pouco em comum. Agora, nós temos muito pouco em comum, mas nos importamos bastante um com o outro. Tem sido uma surpresa e um deleite para nós que tenhamos encontrado isso porque não esperávamos. Estamos realmente confortáveis um com o outro. Ele diz, ‘Você tem sua guitarra e sua caneta, eu tenho a minha voz’. Nos encontramos no meio do caminho, que por acaso são as performances.

O guitarrista ainda afirmou mais cedo esse ano sobre a sua falta de paciência com os comportamentos “rockeiros”, como por exemplo quando Keith Moon jogou uma TV pela janela de um hotel:

Quando a televisão voou pela janela, eu olhava pro Keith Moon e pensava, ‘Que tonto do caralho. Que perda de tempo’.

Bom, talvez o tempo teria mudado um pouco essa relação também, né? Infelizmente, nunca saberemos.

The Who

Além de estarem ativos em shows, o The Who lança ainda este ano seu décimo segundo álbum de estúdioWho chega em Dezembro, após um leve atraso, e o último single lançado foi “All the Music Must Fade”.